Moda – SPFW / Verão 2016

O inverno mal acabou e a 39º edição do São Paulo Fashion Week já trás as apostas de tendências para a primavera/verão de 2016 das marcas participantes.

Nessa edição, está sendo celebrado os 20 anos da maior semana de moda do hemisfério sul e homenageia o fazer (o fazer que constrói, inclui, inspira, educa e transforma) a partir do trabalho e esforço das mais diversas pessoas, em torno de objetivos comuns.

“O fazer é otimista, posiciona, proporciona identidade, dignidade. Nesta edição, vamos falar das pessoas. O poder das pessoas está no fazer, nos elos que se constroem a partir destas relações. É a moda cada vez mais humanizada”, afirma Paulo Borges, diretor criativo do SPFW.

A partir da concepção de Paulo Borges, a cenografia da edição tem projeto e realização da Fresh Design. O SPFW acontece de 13 a 17 de abril no Parque Cândido Portinari, em São Paulo. Com um calendário intenso, a temporada verão/2016 abriga exposições e ações, mais uma vez levando conteúdo de moda para toda a cidade.

Abaixo, estão algumas fotos dos desfiles. Muitas cores, leveza, transparência, bordados, body, vestidos, calças, de tudo um pouco. Como não posso participar pessoalmente desse evento (ainda, rsrs) sempre busco informações neste site Fashion Forward week (clique aqui) trazendo para vocês fotos e ficha técnica do que rola nos desfiles das marcas no SPFW. Caso queiram ver mais fotos , basta clicar no endereço eletrônico que indiquei.

Pessoas lindas, vamos esperar para ver o que entra ou não na moda. Sei que o branco e as bermudas vão tomar conta do verão. Um cheiro em cada uma.

verão 2016

Apartamento 03 = inspiração na espiritualidade a partir de pesquisas da liturgia das religiões

Glória Coelho = inspiração no tema central: a cura; inspirações: mistura dos anos 60, 70, 80 e 2003, energia positiva, jet set, yatch, fórmula 1, patchwork, arte gráfica, código de barra e surf

Samuel Cirnansck = inspiração num suposto baile acontecido nos anos 20 no Hotel Overlook, do filme “O Iluminado” (1980)

Wagner Kallieno = inspiração nas obras de Joan Miró com um toque da irreverência dos anos 70

Fause Haten = inspiração nas suas próprias clientes

moda verão 2016

Lilly Sarti = inspiração nos anos 70, a liberdade das mulheres da década, como Jacqueline Bisset e Charlotte Rampling e o trabalho dos fotógrafos Helmut Newton, Gosta Peterson e Watanabi Katsumi.

Paula Raia = coleção feita em tom cru com referências no mar (anêmonas, esponjas, estruturas rochosas).

Osklen = inspiração na Tribo Ashaninka

Sacada = inspiração no balneário vintage, futurismo retrô, pop art, op art.

Cavalera = coleção feita com bordados artesanais feitos na Índia, patchwork de jeans, tule de seda, musseline, cetim de seda, cambraia de algodão egípcio e sarja

Ellus = inspiração no Marrocos

trend 2016

João Pimenta = rompendo a barreira dos gêneros

Salinas = inspiração Essaouira, Marrocos

Vitorino Campos = inspiração no encontro entre Patti Smith e Robert Mapplethorpe

Colcci = inspiração na música “Flower Punk”, de Frank Zappa e a leitura não literal do rock

Giuliana Romanno = inspiração na Bahia, busca por paz e serenidade

Lino Villaventura = inspiração no próprio repertório da marca

tendência 2016

GIG Couture = inspiração na geometria, o art noveau e as cores do arquiteto escocês Charles Mackintosh e os anos 60

Iódice = inspiração no nordeste do Brasil

Têca por Helô Rocha = inspiração nos orixás da Bahia, crença do candomblé e o axé

Leny Niemeyer = inspiração nos clássicos bailes de Carnaval e blocos de fantasia

Patricia Viera = inspiração na Costa Rica

moda verão 2016

Alexandre Herchcovitch = inspiração no Japão, alfaiataria oriental, pescadoras de pérolas, inspirações vindas do mar, onda e espuma.

Ronaldo Fraga = inspiração nas sereiras.

Reinaldo Lourenço = inspiração no romantismo e a subversão de gêneros, George Sand e Chopin, fraques e smokings masculinos, grafismos das partituras.

Isabela Capeto =  inspiração no ritual de renovação, praias do Rio de Janeiro.

Triya = inspiração no Sea of Love, uma história de amor entre o surfista e a sereia

Juliana Jabour = inspiração nos anos 70 do fotógrafo britânico David Hamilton.

2016 verão

Animale = inspiração no Café Society.

Uma Raquel Davidowicz = inspiração na Androginia sensual, alfaiataria rígida versus fluidez e transparência, silhuetas alongadas e retas, risca de giz, vestidos chemise, guarda-roupa masculino

TNG = inspiração no filme “Blue Hawaii” (1961), estrelado por Elvis Presley, estampas havaianas, shapes 50´s e 60´s.

Patbo = inspiração nos Anos 60.

Água de coco = inspiração no livro “Mãos que Fazem História”, das jornalistas Cristina Pioner e Germana Cabral

Lolitta = inspiração nos anos 50, o filme “O Jardim Secreto” (1993)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *